hipertireoidismo

Hipertireoidismo: O que é?

A tireoide é uma glândula localizada no pescoço, que desempenha um papel essencial para o organismo. É um órgão passível de algumas patologias que afetam substancialmente o funcionamento do corpo, dentre as mais comuns, está o hipertireoidismo.

Esse distúrbio provoca sintomas sérios que comprometem a qualidade de vida e bem-estar do indivíduo. Nesse sentido, estar bem informado e procurar apoio médico especializado é fundamental para promover a saúde.

Você sabe o que é o hipertireoidismo? É um assunto muito comum e que sempre levanta dúvidas. Para ajudar, confira neste post o que é, as causas e sintomas dessa patologia e fique bem informado para ter a saúde sempre em primeiro lugar!

O que é hipertireoidismo? 

A tireoide produz os hormônios denominados triiodotironina – T3 e a tiroxina -T4. Esses hormônios tireoidianos regulam o corpo e interferem no ritmo de muitos órgãos, por isso, a produção deve ser controlada para evitar disfunções no organismo.

O hipertireoidismo consiste no aumento da atividade da tireoide, produzindo de forma excessiva os hormônios T3 e T4. Esse desequilíbrio hormonal aumenta a velocidade do metabolismo, causando problemas no funcionamento de órgãos importantes.

Quais são os sintomas? 

Uma vez que a produção dos hormônios tireoidianos aumenta, o corpo imediatamente começa a se manifestar. Com isso, os sintomas surgem e em muitas ocasiões podem se confundir com outras doenças. Por isso, ao sentir algum dos sinais é aconselhável procurar um médico especialista em endocrinologia.

Os sintomas do hipertireoidismo são:

  • ansiedade e mudanças de humor;
  • cansaço;
  • diarreia;
  • falta de ar;
  • intolerância ao calor;
  • irritabilidade;
  • olhos saltados;
  • palpitação;
  • perda de peso rápida;
  • queda de cabelo;
  • sede frequente;
  • transpiração intensa;
  • tremor;
  • unhas quebradiças e fracas.

Várias podem ser as causas do hipertireoidismo, como alterações no tecido da glândula tireoide, uso de suplementos e doenças graves autoimune.

Como o diagnóstico é feito?

O diagnóstico do hipertireoidismo é simples. Em uma consulta médica é analisado o quadro do paciente e o histórico de saúde. Após uma análise física, é indicado o exame de sangue para verificar como estão as funções da tireoide e o teste de TSH, T3 e T4.

Quais são os tratamentos para o hipertireoidismo? 

O tratamento do hipertireoidismo depende diretamente do quadro, ou seja, é personalizado e de acordo com as características, histórico e condições pessoais. Geralmente, são indicados medicamentos, terapias e nos casos mais graves, a cirurgia tireoidectomia.

Procurar ajuda médica é indispensável!

Os efeitos do hipertireoidismo afetam a qualidade de vida e comprometem as atividades pessoais. É uma doença que pode chegar a casos sérios, se não for tratada adequadamente e em tempo hábil.

Por essa razão, o diagnóstico precoce é muito importante para o sucesso do tratamento, e assim, reestabelecer o bem-estar. Portanto, a melhor alternativa é procurar ajuda médica rapidamente.

Como é uma doença comum e que os sintomas envolvem não somente a mudança involuntária de peso, o melhor é procurar um endocrinologista, que é uma especialidade médica capaz de tratar com eficácia e ter ótimos resultados.

Diante do contexto desse artigo, o hipertireoidismo é uma doença séria capaz de interferir de maneira significativa na saúde, comprometendo as relações pessoais e profissionais. Por isso, é essencial ter todo apoio para buscar soluções e evitar que a situação seja agravada.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp