O Mal dos Adoçantes Artificiais

Pode parecer difícil de acreditar mas o consumo de refrigerante diet é tão nocivo para a saúde quanto a versão normal. Esta foi a conclusão que os pesquisadores da Universidade de Purdue chegaram após revisarem diversos trabalhos científicos¹.

Segundo os autores o uso de adoçantes como  aspartame, sucralose, sacarina está relacionado a maior incidência de aumento de peso excessivo, síndrome metabólica, diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.

Uma provável explicação, de acordo com a autora Susan Swithers, seria que estas bebidas doces e sem calorias resolveria a vontade do organismo em consumir algo doce; no entanto o efeito é o contrário. O açúcar falso do refrigerante diet engana o cérebro, acarretando um aumento do apetite para compensar este erro. O resultado: você ingere maior quantidade de calorias.

Alterações Metabólicas

Ocorre uma alteração metabólica no organismo de pessoas que consomem alimentos artificialmente adoçados. Fisiologicamente há uma modificação dos hormônios que regulam os níveis de açúcar no sangue (glicemia) e da pressão arterial.

Outro fator demonstrado recentemente foi que o consumo de adoçantes artificiais alteram a flora intestinal. O estudo científico² publicado em 2014 na revista médica Nature explica com detalhes esta correlação.

Portanto, não se engane. Os alimentos e bebidas dietéticas podem fazer mal para sua saúde. A palavra chave é moderação.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo

 

¹(Artificial sweeteners produce the counterintuitive effect of inducing metabolic derangements, publicado em 2013 no Trends in Endocrinology & Metabolism).

²Artificial sweeteners induce glucose intolerance by altering the gut microbiota ,  publicado em 2014 na revista médica Nature

Comentários
Dra. Adriana Pessoa

Posted by Dra. Adriana Pessoa