menopausa

O que é a menopausa?

A menopausa é um período temido na vida da mulher devido aos sintomas característicos da fase. É marcada pelo fim do período fértil, quando a mulher deixa, definitivamente, de menstruar.

Esse fenômeno, que é plenamente natural. Tende a acontecer entre os 45 e os 50 anos, motivado pela interrupção da produção de estrógenos pelos ovários.

Menopausa ou climatério

É muito comum a confusão que acontece entre a menopausa e o climatério. Talvez porque as duas sejam parte do mesmo processo, que é o fim da fase fértil da mulher.

No entanto, o climatério é a fase de transição. Dessa forma, ocorre a redução gradativa da produção dos hormônios sexuais femininos. Durante este processo, é comum que os ciclos menstruais fiquem irregulares, havendo maior espaço entre as menstruações.

Na medida em que essa produção hormonal vai se reduzindo, começam a surgir os sintomas que caracterizam ambas as condições. Entre eles podemos citar:  alterações de humor, dores de cabeça, calor excessivo e redução da libido, entre outros.

Com o avanço do processo, pode ocorrer uma atrofia urogenital, caracterizada pelo estreitamento e ressecamento da mucosa que envolve a vagina. Este fato explica a causa de muitas mulheres sentirem dor durante as relações sexuais.

Há também maior vulnerabilidade para doenças cardiovasculares. Pois o estrogênio, hormônio sexual feminino, protege os vasos sanguíneos e o coração das mulheres. Além disso, há propensão maior à ocorrência de osteoporose.

Como proceder para aliviar os sintomas da menopausa

A abordagem médica desse momento da vida da mulher precisa ser individualizada. Cada paciente possui uma condição particular, decorrente do histórico clínico, hábitos e intensidade dos sintomas.

Em muitos casos, quando os sintomas se apresentam de forma mais dramática, o médico pode indicar a reposição hormonal, mas esse tratamento está condicionado por outras variáveis médicas, principalmente o histórico de câncer de mama e de endométrio.

A melhor forma de combater as condições decorrentes dessa fase da vida é se preparar para ela. A tendência é que mulheres que adotam uma cultura de cuidados com a saúde e com o corpo atravessem essa fase com mais tranquilidade. Logo, recomenda-se que desde cedo a mulher adote o hábito de praticar exercícios físicos e tenha alimentação natural, balanceada, livre de alimentos industrializados ou excesso de calorias.

A alimentação rica em cálcio ajuda a evitar os efeitos da osteoporose, prevenindo fraturas ósseas. Por outro lado, o cigarro deve ser abandonado.

Outras características da menopausa

Além dos sintomas já abordados, como o ressecamento vaginal, as alterações de humor, a redução da libido, a alteração e posterior supressão dos ciclos menstruais, há outros sinais presentes nesse período e que a mulher pode experimentar sintomas. 

Dentre eles estão suores noturnos, dificuldade para dormir, problemas de depressão e autoestima, ganho de peso, pele ressecada com perda de elasticidade, cabelos mais finos, redução do tamanho e perda de firmeza dos seios, calafrios, incontinência urinária, fadiga e perda de memória.

A boa notícia é que esses sintomas não estão presentes em todos os casos de climatério e menopausa. Muitas mulheres vivenciam esse período sem maiores problemas. Portanto, viva uma vida saudável: diga não ao sedentarismo e visite o médico regularmente. Prepare-se para continuar vivendo com qualidade.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Comentários
Dra. Adriana Pessoa

Posted by Dra. Adriana Pessoa