Exercício: qual melhor horário para praticar

As pessoas que se exercitam de manhã parecem perder mais peso do que as que praticam os mesmos exercícios no final do dia. Este foi o resultado de novo estudo publicado em julho de 2019 na revista médica International Journal of Obesity (1). As descobertas ajudam a esclarecer a difícil questão: por que algumas pessoas perdem peso considerável com exercício e outras quase nada?

A relação entre exercício e peso corporal é um pouco confusa. Múltiplos estudos anteriores mostram que a maioria das pessoas que pratica exercícios para perder peso nem sempre é efetiva.

Em um estudo publicado em 2015 (2), os pesquisadores tentaram descobrir o que distinguiu os maiores perdedores daqueles que perderam menos, descobriram surpreendentemente poucas diferenças. Em consonância com outros estudos recentes, eles descobriram que alguns participantes, especialmente homens, começaram a comer mais do que antes do estudo. Embora este acréscimo tenha  sido de apenas 100 calorias por dia.

Cronobiologia: como o horário influencia o peso

A ciência da cronobiologia, que estuda as maneiras pelas quais, quando fazemos algo, altera a forma como nossos corpos reagem. É de grande interesse agora. Dessa forma, estudos recentes analisaram como o momento das refeições afeta o controle de peso. Questionando também se o exercício antes ou depois do café da manhã é importante. Mas muito menos se sabe se o momento do exercício, por si só, influencia se as pessoas perdem peso com os treinos.

Assim, para o novo estudo, pesquisdores analisaram seus dados novamente, desta vez observando quando as pessoas tinham realizado o treino.

Naquele estudo, os participantes podiam visitar a academia sempre que desejavam entre 7h e 19h. Os cientistas acompanharam a ingestão de calorias de todos os indivíduos e os hábitos diários de movimentação durante os 10 meses. Verificaram a mudança de peso em relação aos horários de exercícios e notaram um padrão consistente.

Qual o melhor horário para praticar exercício

As pessoas que normalmente se exercitavam antes do meio-dia tinham perdido mais peso, em média, comparado aqueles que se exercitavam depois das 3 da tarde. (Por razões desconhecidas, muito poucas pessoas foram ao ginásio entre o meio-dia e 3).

Os pesquisadores descobriram algumas outras diferenças, possivelmente relevantes, entre os praticantes de manhã e de final de dia. O grupo de exercício precoce tendeu a ser um pouco mais ativo ao longo do dia. Eles contabilizaram maior número de passos dados, quando comparados aqueles que treinavam  mais tarde. Também comeram um pouco menos, embora a diferença fosse de apenas 100 calorias por dia em média.

Embora o estudo não tenha sido projetado desde o início para aprofundar a cronobiologia do exercício e do peso. Os pesquisadores não haviam designado aleatoriamente pessoas para trabalhar em horários específicos. Portanto os vínculos entre o tempo de exercício e a perda de peso que eles observaram em sua reanálise poderiam ser um achado do estudo com pouca relevância.

Ainda assim, as associações estatísticas eram fortes, diz o pesquisador Dr. Willis. “Com base nesses dados, eu diria que o tempo de exercício pode desempenhar um papel em se e em que medida as pessoas perdem quilos com exercícios.”

Importante salientar que qualquer exercício a qualquer hora do dia é melhor que nenhum. Portanto, se você não consegue praticar atividade física pela manhã continue a sua rotina à tarde ou à noite.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter. Certamente, ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Referências

  1. The effects of exercise session timing on weight loss and components of energy balance: midwest exercise trial
  2. Energy intake, nonexercise physical activity, and weight loss in responders and nonresponders: The Midwest Exercise Trial 2.
Comentários
Dra. Adriana Pessoa

Posted by Dra. Adriana Pessoa