obesidade

Quais as principais complicações do excesso de peso?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS),  excesso de peso  é um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade. A projeção é assustadora: até 2025, haverão mais de 2,3 bilhões de adultos com sobrepeso e 700 milhões de obesos.

Vale lembrar que a obesidade é uma doença séria, caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal, além do peso excessivo. A condição, em si, já é preocupante, mas dificilmente a obesidade vem sozinha. De modo geral, a doença é acompanhada de comorbidades, ou seja, de doenças associadas.

Quer saber quais são as complicações de saúde provocadas pela obesidade? Confira neste artigo.

Comorbidades da obesidade

Complicações cardiovasculares

A obesidade tanto aumenta a predisposição, quanto agrava quadros já estabelecidos de cardiopatias. Algumas complicações cardiovasculares incidentes em obesos são:

  • doença coronária;
  • infarto do miocárdio;
  • angina;
  • acidente vascular cerebral;
  • fibrilação atrial;
  • cor pulmonale;
  • cardiomiopatia dilatada;
  • síndrome da hipoventilação.

Complicações motoras e posturais

Pessoas muito acima do peso são mais propensas a alterações musculoesqueléticas, como hérnias de disco, osteoartrites, problemas de coluna, entre outras condições. Todos elas podem gerar impactos negativos na locomoção, postura e, até mesmo, na autonomia do indivíduo. Os quilos a mais sobrecarregam a estrutura corporal e podem gerar graves prejuízos, comprometendo o bem-estar e qualidade de vida.

Doenças digestivas

O sistema digestivo da pessoa com excesso de peso  também sofre os efeitos negativos. Há maior chance de desenvolver quadros clínicos digestivos, como refluxo gastroesofágico, úlceras, cálculos biliares, esteatose hepática e pancreatite.

Complicações sexuais e reprodutivas

Você sabia que as comorbidades associadas ao excesso de peso  incluem a síndrome dos ovários policísticos, disfunção erétil, alterações no ciclo menstrual, além de infertilidade feminina e masculina? Isso mesmo! O excesso de peso pode afetar a vida sexual e reprodutiva de homens e mulheres.

Complicações psicológicas

Por conta do preconceito e dos padrões de beleza estabelecidos pela sociedade, é comum que indivíduos obesos fiquem vulneráveis emocionalmente, o que os torna mais suscetíveis a complicações psicológicas, como, por exemplo, distorção de imagem, transtornos alimentares,  baixa autoestima, ansiedade generalizada e depressão.

Complicações hormonais e metabólicas

O excesso de peso mexe com o corpo por completo, podendo impactar, por exemplo, nas reações celulares e na produção hormonal. Indivíduos obesos apresentam maior risco de desenvolverem a síndrome metabólica e resistência à insulina, que pode causar diabetes. Além disso, a obesidade favorece a ocorrência de alterações nas funções tireoidianas.

Outras complicações causadas pela obesidade

A lista de complicações relacionadas à obesidade é grande. Acrescenta-se à extensa lista as seguintes doenças associadas:

  • apneia do sono;
  • diabetes tipo 2;
  • asma e outras dificuldades respiratórias;
  • incontinência urinária;
  • veias varicosas (varizes;
  • hemorroidas;
  • estigmatização social.

Para diminuir o risco de complicações, a pessoa com obesidade deve fazer o acompanhamento regular e multidisciplinar com endocrinologistas, nutricionistas, cardiologistas, preparadores físicos, etc. O ideal é que o indivíduo adote um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada, prática de exercícios e abstenção de hábitos prejudiciais, como  o tabagismo e alcoolismo.

Quer saber um pouco mais sobre obesidade? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Comentários
Dra. Adriana Pessoa

Posted by Dra. Adriana Pessoa