Diabetes na infância, quais os cuidados?

Sabia que diabetes na infância pode ser mais comum do que você imagina? Estudos mundiais mostram que entre as doenças crônicas mais frequentes nessa fase da vida, está o Diabetes Mellitus tipo 1 (DM 1).

Este problema de saúde cresce 3% ao ano entre as crianças, afirma a Organização Mundial da Saúde. O tipo 2, por sua vez, associado à fase adulta, está cada vez mais presente entre pessoas com menos de 15 anos, alertam autoridades de saúde. Os principais motivos são o sedentarismo e a obesidade, que levam, em muitos casos, ao sobrepeso infantil.

Só no Brasil, são mais de 1 milhão de crianças com a doença, de acordo com a Associação de Diabetes Juvenil. Nosso país é o terceiro do mundo a apresentar mais crianças portadoras desta condição, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia.

As consequências em não receber o diagnóstico correto na infância ou deixar de lado os cuidados adequados podem ser graves, como amputação de membros e até mesmo perda da visão.

Acompanhe o artigo e saiba mais sobre o assunto.

Sinais de Diabetes na infância

A Diabetes ocorre porque o pâncreas não consegue produzir a insulina ou o corpo não reage à ela de forma adequada. Com isso, a glicose, que fornece energia para o corpo, fica impedida de entrar nas células, concentrando-se toda no sangue.

A criança que possivelmente possa ser portadora de Diabetes apresenta alguns sinais: queixas de vista embaçada, come muito sem ganhar peso ou é obesa, começam a urinar com uma frequência elevada e apresenta forte fadiga durante atividades físicas ou brincadeiras.

Vale ressaltar que é muito importante procurar orientação médica, única maneira de diagnosticar com precisão o problema da criança.

Cuidados com a criança

A Diabetes não é curável, por isso a atenção da família é fundamental para que o problema possa ser controlado e, consequentemente, evitar as complicações. Com amor e dedicação, os responsáveis poderão se adaptar à nova rotina de cuidados e garantir a qualidade de vida da criança. Elencamos alguns cuidados importantes com a Diabetes na infância:

  • Acompanhamento médico: consultas médicas devem passar a fazer parte da rotina. Somente um profissional especializado poderá acompanhar como a criança está se desenvolvendo e reagindo ao tratamento.
  • Atenção à terapia insulínica: para Diabetes tipo 1, a aplicação de insulina é a principal forma de tratamento, por isso é importante a família saber fazer as aplicações de forma correta e nos horários adequados, como orienta o médico. Cada idade exige uma quantidade diferente de insulina, os métodos de aplicação também podem variar.
  • Um novo estilo de vida: os responsáveis precisam cuidar para que a criança adote um novo estilo de vida, com uma alimentação saudável, comendo de forma regular e consistente, o que nem sempre é uma tarefa fácil na fase infantil, mas, com paciência, dedicação e orientação profissional, é possível vencer a Diabetes na infância.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Comentários
Dra. Adriana Pessoa

Posted by Dra. Adriana Pessoa