Cansaço excessivo

Cansaço excessivo: você sabia que pode ser um sintoma de um disturbio hormonal?

Se você tem sentido cansaço excessivo na maior parte do tempo e, mesmo após uma boa noite de sono, ainda sente a necessidade de tirar um cochilo no meio da manhã, talvez, você tenha desenvolvido um quadro de desequilíbrio hormonal. 

Essa condição não é considerada propriamente uma doença. Todavia, surge quando alguma alteração brusca ocorre nos níveis hormonais do organismo.

Como consequência, diversos incômodos são percebidos, como a falta de energia e disposição. Quer saber mais sobre como os hormônios podem levar a um quadro de cansaço excessivo? Então, continue a leitura!

Quando o cansaço é anormal?

O cansaço relacionado aos desequilíbrios hormonais não se resume a uma leve indisposição ou é resolvido com um cochilo durante o dia. Trata-se de um problema constante e que causa desgastes emocionais, físicos e psicológicos na pessoa.

Existem alguns sinais que podem ser observados como uma maneira de diferenciar o cansaço normal daquele relacionado ao aumento ou diminuição dos níveis de hormônios no organismo. Nesse sentido, é preciso ter atenção quando o cansaço excessivo vem acompanhado de sintomas como:

  • sensação de névoa no cérebro ou dificuldade de concentração;
  • reflexos e respostas às situações de rotina mais lentos;
  • fraqueza muscular e dores na musculatura;
  • sensação de desequilíbrio;
  • episódios de tontura;
  • dores de cabeça frequentes;
  • sonolência recorrente por, no mínimo, quatro dias da semana;
  • cansaço e sonolência, mesmo após uma boa noite de sono;
  • problemas com a memória de curto prazo;
  • irritabilidade;
  • visão embaçada;
  • ficar doente frequentemente;
  • sensação de indisposição, ansiedade e pouca motivação.

Aqui, cabe uma observação interessante: muitas vezes, quando o assunto envolve os hormônios, as pessoas tendem a acreditar que somente as mulheres são afetadas. No entanto, os homens também podem ter problemas nesse sentido.

Como lidar com o cansaço excessivo?

Uma vez confirmado que o cansaço excessivo é provocado por um desequilíbrio hormonal, uma série de tratamentos podem ser considerados visando o controle do quadro. 

Por exemplo, medicamentos para a tireoide e terapias de reposição hormonal. Claro, a melhor técnica será definida pelo médico especialista, até porque esse problema afeta cada pessoa de uma maneira diferente.

Além dos métodos tradicionais para a gestão dessa situação, a pessoa pode adotar novos hábitos e mudar seu estilo de vida, melhorando ainda mais sua qualidade de vida. Nesse sentido, é interessante considerar pontos como:

Cuidar da alimentação: manter uma alimentação equilibrada é essencial para a saúde de todo o organismo. Quando existe deficiência alimentar, a produção de hormônios pode ser prejudicada e o corpo fica mais vulnerável a doenças.

Ter atenção à saúde mental: muitas pessoas negligenciam a saúde mental sem saber que ela desempenha um papel fundamental em nosso estado geral de saúde. Fatores emocionais de origem interna e externa podem prejudicar o organismo, influenciando a adequada produção hormonal. Sendo assim, procurar identificar o que está errado e buscar soluções é sempre uma boa atitude.

Por fim, é importante conversar com um médico especialista. Como vimos, problemas hormonais vão muito além do cansaço excessivo, uma vez que muitas outras questões que podem impactar negativamente a saúde surgem a partir deles.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp