Diabetes

5 cuidados que toda pessoa com diabetes precisa ter

Receber o diagnóstico de diabetes, sem dúvida, não é fácil. Mesmo porque não se trata, apenas, da restrição do consumo de glicose e afins por toda vida.

Ainda tem mais é, de fato, uma mudança de comportamento abrangente. Isso porque a condição exige uma série de precauções.

Confira neste artigo cinco cuidados indispensáveis para lidar melhor com esse quadro. Viva mais e com qualidade mesmo com diabetes!

1. Monitore-se

Querendo ou não essa situação exige atenção constante. Além da dieta e prática de atividades físicas, vale investir em um medidor de glicose. Assim como seguir todas as recomendações no caso de prescrição da insulina.

2. Evite inchaços

O seu corpo dá diversos sinais quando não funciona bem. É por isso que a pessoa deve observar a urina. Isto é, sempre que notar fragmentos submersos na urina retorne ao médico. Esse quadro pode estar relacionado a algum distúrbio nos rins.

Assim, evite inchaços reduza o consumo de alimentos ricos em sódio ou proteicos. De nada adianta estar em dia com a glicose, mas com os rins sobrecarregados, certo? Procure também:

  • se movimentar;
  • hidrate-se;
  • livre-se de roupas justas;
  • cheque a pressão com frequência.

Por conta dessa condição o paciente jamais deve tomar qualquer remédio sem prescrição médica. Tudo influencia nesse quadro, melhor não arriscar.

3. Previna feridas

Caso tenha o hábito de fazer as unhas não abra mão de um podólogo. Somente esse profissional têm condições de cuidar dessa área.

Lembre-se disso também na hora de cutucar “unhas encravadas” ou mesmo arrancar cutículas. Mais uma vez vale o reforço: não faça isso em casa.

Ritual diabético

Além disso, essa rotina tão comum às mulheres deve seguir um ritual bem específico nesse caso. De modo que é importante:

  • evitar longos períodos do pé submerso na água. Só isso aumenta a chance do surgimento de fungos oportunistas na área;
  • higienize e peça para secar, principalmente, entre os dedos. Assim como é recomendável levar seu próprio kit de higiene pessoal;
  • não é indicado o lixamento dos pés, já que causa rachaduras e lesões na pele;
  • a desinfecção de unhas encravadas só deve ser feita em último caso. Mesmo assim com todo cuidado.
  • mantenha cutículas intactas.

Aproveite a ocasião para testar a sensibilidade no membro. Se possível peça ao profissional para verificar com um espelho se há algum corte ainda que minusculo nos pés.

Esse hábito, aliás, previne lesões diversas, mesmo porque a cicatrização nessa condição é algo demorado e complexo.

4. Controle emoções

É claro que ninguém está livre de passar por eventos estressantes. Afinal, fazem parte da vida. Porém, o descontrole emocional é, de fato, preocupante nesse caso, já que provoca oscilações na glicose.

Diabetes x estresse

Sendo assim procure se poupar de envolver em situações adversas. Quando isso não for possível, tente canalizar o nervosismo. Muitas vezes a yoga e meditação podem te auxiliar.

Mas se você já tem tendência a ser ansioso abra o jogo com seu médico. Quem sabe não seja preciso um calmante para lidar em circunstâncias evidentes de emergência? De qualquer forma seja transparente!

5. Preste atenção à digestão

Sabe-se que portadores de diabetes são mais propensos a desenvolver gastroparesia. Um tipo de disfunção que retarda o esvaziamento do estômago. Com isso mesmo que a pessoa tenha comido pouco demora horas para digerir. Sente, portanto, um mal-estar generalizado com inúmeros sintomas:

  • azia;
  • náuseas;
  • vômito;
  • saciedade imediata;
  • inchaço abdominal;
  • falta de apetite;
  • refluxo gastroesofágico;
  • movimentos estomacais;
  • aumento súbito de glicose.

Alerta!

Além disso, pode incluir também obstrução estomacal e sofrimento ao evacuar. Essa situação ainda pode estar ligada aos primeiros sinais do câncer de cólon. Por isso, não fique em dúvida procure logo o médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp