produção hormonal

5 alimentos que auxiliam na produção hormonal

Quando pensamos sobre os alimentos que comemos e que ajudam a manter a boa nutrição de nosso organismo, nem sempre consideramos a produção hormonal. Contudo, os hormônios desempenham um papel fundamental em nossa saúde, e construir uma dieta equilibrada pensando neles é essencial para a qualidade de vida.

Essas substâncias químicas estão por trás dos aspectos mais importantes do corpo humano, por exemplo, atuam no controle e equilíbrio do humor e estresse, na fertilidade, nos processos digestivos, no metabolismo e crescimento, assim como no desenvolvimento físico e mental.

Uma pessoa com desequilíbrios hormonais pode ter uma série de problemas, sendo que alguns são tidos como graves para saúde, a exemplo do diabetes. Entretanto, alguns alimentos podem ajudar na produção hormonal, mantendo seus níveis equilibrados e garantindo que o organismo funcione adequadamente.

Alimentos que auxiliam na produção hormonal

Confira, nos próximos tópicos, 5 desses alimentos que podem ser incorporados em sua rotina alimentar!

Salmão e atum

O nosso organismo necessita de gordura e colesterol para produzir hormônios sexuais, como a testosterona e o estrogênio. Mas, para não correr riscos, a dica é consumir gorduras com um alto teor de ômega-3 e evitar ingerir gorduras saturadas, além de cortar as chamadas gorduras trans.

Nesse sentido, o atum voador e o salmão são excelentes opções, pois são ricos em ômega-3. Aliás, o salmão ainda é uma boa fonte de vitamina D, que é muito importante para a regulação dos níveis de testosterona feminina.

Abacate

Os abacates são ricos em beta-sitosterol, substância que auxilia no equilíbrio do cortisol e do colesterol. Mas não é apenas isso. Esse alimento ainda influência positivamente na produção hormonal de progesterona e do estrogênio, que são os dois hormônios com a função de regular os ciclos menstruais e a ovulação feminina.

Além disso, o abacate ajuda na saciedade. Sendo assim, incluí-lo no café da manhã ou almoço ajudará você a ficar mais horas satisfeito.

Folhas verdes

Se você não gosta muito de folhas verdes em seu prato, é melhor repensar esse comportamento. Além da riqueza nutricional, esses alimentos mantêm os hormônios nos níveis adequados.

O destaque fica para o cortisol. Esse hormônio é o responsável por garantir que o nosso organismo faça um bom trabalho prevenindo inflamações. E o que as folhas verdes têm a ver com isso? São ricas em antioxidantes que, por sua vez, são fundamentais para manter os níveis de cortisol regulados.

Cúrcuma

A cúrcuma já é muito popular quando assunto é tratar inflamações. Todavia, uma pesquisa publicada na Pharmacological Research em 2020 apontou que esse alimento conta com propriedades antiestrogênicas e antiandrogênicas. Isso significa que pode ser muito útil no processo de tratamento de cânceres hormonais.

Brócolis

Esse vegetal crucífero traz inúmeros benefícios para  nossa saúde. Entre eles, o de ajudar a manter a produção hormonal do estrogênio sob controle e a converter esse hormônio em formas menos fortes. Como resultado, há uma menor possibilidade de causar câncer. Além disso, ele possui muito cálcio, o que contribui para diminuir os impactos dos sintomas da TPM nas mulheres.

A lista de alimentos que ajudam no controle e na produção hormonal é muito diversa. Isso significa que sempre será possível colocar no prato do dia a dia alguma opção. É só escolher aqueles de que mais gosta e incluir na dieta.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp